.

.
Padre Marcelo Rossi participa do especial de Natal da Rede Globo, ao lado de Ivete Sangalo (Foto: Divulgação)
O padre Marcelo Rossi teve seus passos, CDs, livros, missas e aparições na TV seguidos de perto pelo Vaticano do final dos anos 90 até cerca de quatro anos atrás.

A investigação, que durou quase 10 anos, foi provocada por uma denúncia feita por um religioso brasileiro, que acusou o padre de culto ao personalismo, exibicionismo por ir demais às TVs, de desvirtuar as práticas católicas e de transformar a missa em uma espécie de "circo".

A investigação foi comandada pela Congregação para a Doutrina da Fé, liderada pelo cardeal Joseph Ratzinger, que mais tarde se tornaria o papa Bento 16.  A Congregatio pro Doctrina Fidei é o novo nome que o Vaticano dá para a assassina Inquisição.

O UOL apurou com exclusividade que, entre o final dos anos 90 e a década de 2000, a Congregação recebia regularmente vídeos com as participações do padre Marcelo em programas como o de Gugu Liberato no SBT e de Fausto Silva, na Globo.

A Cogregatio matou na fogueira, por asfixia ou afogamento centenas de milhares de pessoas no mínimo entre os séculos 12 e século 19 (mas há relatos de incipientes matanças já no século 10).

A Inquisição também calou, excomungou ou proibiu de ensinar milhares de padres e freiras ao redor do mundo até o presente.

Procurada, a assessoria do padre Marcelo e do bispo dom Fernando, da Mitra de Santo Amaro, superior direto do padre, disseram desconhecer a investigação. A assessoria do padre afirma que, "se isso realmente ocorreu, trata-se de um fato do passado."

O Vaticano, por meio de sua "embaixada" no Brasil, se recusou a se manifestar a respeito.

Procurada por telefone e por e-mail durante vários dias, a CNBB também se calou sobre o fato.

A investigação foi feita no Vaticano ao mesmo tempo em que ocorriam outras centenas de investigações a respeito de outros padres, freiras e bispos ao redor do mundo.

A Congregação costuma se reunir aos sábados, no Vaticano.

PERTO DA SUSPENSÃO

A reportagem do UOL levantou junto a fontes da Santa Sé que o padre Marcelo Rossi e o bispo dom Fernando estiveram a ponto de serem chamados ao Vaticano para prestar contas, no final de 2004 e início de 2005.

O padre esteve próximo de ter suas atividades suspensas, bem como a publicação de livros e CDs --por pressão do denunciante, o qual a identidade o Vaticano mantém oculta sob sete chaves. Ele não poderia mais celebrar missas, ouvir confissões e dar a hóstia.

Curiosamente, o que acabou por livrar padre Marcelo da punição foi a morte do papa João Paulo 2º, em abril de 2005, quando praticamente toda a atividade da Congregação para a Doutrina da Fé foi interrompida com a eleição de Ratzinger para o posto de novo papa. Ele era o "prefeito" da congregação.

BARRADO NO BAILE

Em 2007, padre Marcelo tentou se reunir com papa Bento 16 durante a visita deste ao Brasil.

No entanto, o padre foi impedido de se encontrar com Bento 16. Segundo dados obtidos pelo UOL, quem impediu o papa de aceitar o encontro foram funcionários da Congregação que estavam presentes na comitiva de Bento 16.

Segundo eles, não cairia bem ao papa receber um religioso que estava "sob investigação". Bento 16 concordou e se recusou a receber Marcelo Rossi no mosteiro de São Bento. O padre o aguardara desde as 5h e mal havia dormido, de tão ansioso que estava pelo encontro.

Na ocasião, o UOL publicou reportagem contando o ocorrido, sobre o impedimento do padre, com exclusividade. Padre Marcelo então negou veementemente que isso tivesse acontecido.

Dois anos atrás, porém, em entrevista à revista "Veja", o padre se retratou e confirmou que a reportagem estava correta e que, sim, fora barrado pela comitiva de Bento 16.

O que o padre não sabia era que o veto se devia à investigação a que ele estava sendo submetido pelo Vaticano.

No final de 2009, a Congregação decidiu encerrar as investigações sobre padre Marcelo. Ele foi inocentado de todas as falsas "acusações".

Em janeiro deste ano (2014), o padre finalmente foi recebido por Bento 16, no Vaticano, e este lhe outorgou um prêmio de Evangelizador Moderno, concedido pela Fundação São Mateus.

Foi o final feliz para quase dez anos de suspeitas sobre o trabalho do padre, que chamou a atenção desde que um de seus CDs vendeu quase 3,5 milhões de cópias e se tornou um fenômeno social e midiático.

Fonte: UOL
A prostituta Vaneska prepara-se para desfilar no concurso Miss Prostituta 2014. Ela foi a vencedora entre 14 concorrentes em evento no shopping Uai, no centro de Belo Horizonte (Foto: Carlos E. Cherem/UOL)
A prostituta Gabriela (nome fictício), 48, e sua filha, a garota de programa Roberta, 20, estão entre as 14 profissionais de sexo que disputaram na madrugada deste domingo (28), no shopping popular Uai, no em Belo Horizonte, o concurso Miss Prostituta 2014.

O evento, que integra o Festival Nacional Sem Preconceito, realizado anualmente na capital mineira, reuniu um público de aproximadamente 300 pessoas, que acompanhou os três desfiles das candidatas: de "vestidinho básico", roupa de gala e biquíni.

"Estou achando ótimo. Só tinha viajado uma vez para São Paulo", diz Roberta. Ela e a mãe são de Manaus e aterrissaram  no aeroporto de Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte, poucas horas antes do início do evento.

A mãe é profissional do sexo há cinco anos. Há quatro meses, Roberta começou a fazer programas nos fins-de-semana para custear os estudos. Ela explica que fatura em torno de R$ 1,5 mil por mês, com programas que têm preços variando entre R$ 100 (uma hora no motel) e R$ 500 (para ficar a noite toda com o cliente). Para cursar a faculdade, a universitária gasta R$ 1.460 ao mês.

A mãe, que ainda tem dois filhos menores de idade, é responsável pelo sustento da família. Ela trabalha nos dias de semana e tem uma remuneração variável cerca de três vezes superior à da filha, entre R$ 4 mil e R$ 5 mil.

"Ela sempre foi estudiosa. Nunca deu trabalho", afirma Gabriela.

A jovem explica em detalhes, e com entusiasmo, sua dedicação aos estudos e o sonho em seguir a carreira profissional que escolheu. Pede à reportagem do UOL para não identificar em que área profissional ela pretende atuar.

"Meus colegas não sabem que sou garota de programa. É só nos fins de semana", afirma.

"Mas isso não me incomoda, não. É só um jeito de trabalhar para pagar os estudos. Todo mundo faz isso", diz Roberta.
Mãe e filha desfilam com máscaras. A filha pede para não ser fotografada. A mãe faz questão de ser clicada. Entretanto, nenhuma foi classificada para a final do Miss Prostituta 2014. Quem venceu a disputa foi Vaneska, 25, quatro anos de profissão, 1,82 m de altura e cabelos loiros.

Vaneska recebeu a faixa de Miss Prostituta 2014, uma coroa incrustada de pedrinhas brilhantes, R$ 1.000 e uma cesta de produtos de beleza. A garota, que alguns minutos depois de encerrada a disputa mudou de nome, e dizia chamar-se Milena, ficou feliz: "amei".

Milena e Karina, "nomes de guerra" da Miss Prostituta 2014, disse que não sabe o que vai fazer com o dinheiro do prêmio. Ela afirmou que não gosta de conversar sobre a profissão que exerce.

Regulamentação da profissão

O segundo lugar da disputa foi vencido por Efigênia Monsueto de Paula, 54, prostituta há 20 anos. Ela recebeu prêmio de R$ 700 e uma cesta de produtos de beleza. Efigênia é de Caeté, no interior de Minas Gerais, e faz programas nos hotéis no entorno da rua Guaicurus, ao lado da rodoviária de Belo Horizonte, ponto mais tradicional de prostituição na capital mineira. Ela disse que que chega a fazer até 60 programas por dia, com preços variando entre R$ 20 e R$ 30.

"Dá para tirar uns R$ 4 mil por mês", afirmou. Efigênia é solteira e não tem filhos.

A ex-presidente da Associação das Prostitutas de Minas Gerais Maria Aparecida Vieira, 47, a Cida, explica que o concurso tem um caráter político.

"É para chamar a atenção para a regulamentação da profissão. A mulher é protegida pela legislação, mas a prostituta não. Temos de lutar pelos nossos direitos e atenção à saúde", disse. "Com a regulamentação, vai diminuir o preconceito".

Cida é garota de programa há 20 anos, fundadora da associação e está licenciada da entidade porque é candidata a deputada federal por Minas Gerais.

O terceiro lugar da disputa foi vencido por Mari (nome fictício), 30, que também faz programas há dez anos no entorno da rua Guaicurus. Ela explica que, a exemplo da Miss Prostituta 2014, evita falar sobre a profissão, mas não se negou a dizer suas impressões do concurso.

"Adorei ter participado", disse.

Fonte: UOL
(Foto: Divulgação)
A Polícia Rodoviária Federal divulgou a abertura do edital de concurso para preencher 600 vagas na função de agente da Polícia Federal. Do total de vagas, 30 são reservadas para pessoas com deficiência e 120 são para negros. O salário é de R$ 7.514,33 para uma jornada de 40 horas semanais.

As vagas são destinadas preferencialmente para os estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia e Roraima; unidades de fronteira também fazem parte da lista.

Entre os requisitos, o candidato deve ter diploma de conclusão de curso devidamente registrado, que é fornecido pela instituição de ensino superior e possuir a carteira de habilitação, no mínimo B.

O concurso se dá em duas etapas. Na primeira, o candidato passa pro prova objetiva, discursiva, exame de aptidão física, exame médico e avaliação psicológica e na segunda etapa faz-se o curso de formação profissional.

As inscrições iniciam no dia 6 de outubro e vão até o dia 26 e deve ser realizada pelo site, mediante taxa de R$ 150. A previsão de provas objetivas e discursivas é para o dia 21 de dezembro.

A primeira etapa do concurso compreende prova objetiva, prova discursiva, exame de aptidão física, exame médico e avaliação psicológica. Já a segunda etapa será o curso de formação profissional.

As provas objetivas e discursivas serão aplicadas na data provável de 21 de dezembro em todas as capitais e no Distrito Federal.

A validade do concurso é de 30 dias, contando a partir da data da homologação do resultado final do curso de formação. A prorrogação da validade pode ser dada em igual período apenas uma vez.

Fonte: Portal Correio
Estas fotos foram liberadas pela polícia indianos locais. A última imagem mostra o tigre branco 'Vijay'.
A mãe de Maqsood Ishrat, que perdeu seus dois filhos, foi em função em seu terceiro filho Mahmood, que trabalha em Jaipur como operário salário diário. O incidente horrível no zoológico Delhi chocou a todos em todo o mundo. No entanto, funcionários do zoológico confirmou que o tigre branco, Vijay é não um comedor de homem. Funcionários disse ainda que o Tigre Branco, que atacou Maqsood, mostrou não há sinais de agitação ou




Herrero Monteiro mais uma vez APRESENTA o maior show de Forró do ano de 2014 Forró Das Antigas Monteiro..
vem pra cá montar seu look e sair arrasando cheio de estilo!!


Na tarde deste último domingo (21) uma mulher morreu após um acidente na BR-104, localizado próximo a ladeira das Gamelas entre Nova Floresta e Cuité na Paraíba.
Segundo informações de nossos correspondentes a mulher apenas identificada como Késsia estava na garupa da motocicleta de seu companheiro conhecido como “Nal”, ambos bebiam num local conhecido popularmente como bar do Pirão, quando resolveram sair mesmo contra pedidos de amigos. Na estrada eles faziam “zigue - zague” quando colidiram com outra moto que vinha sentido contrário. A moto era conduzida por um senhor de idade, com o impacto, o condutor da outra moto perdeu o controle da motocicleta e a garupa caiu no asfalto e foi ainda atropelada por um veículo que a matou na hora. Nenhuns dos dois usavam capacete, Késsia teve o crânio esfacelado. O SAMU de Cuité foi acionado e socorreu as outras vítimas do acidente que foram encaminhados para o hospital de Campina Grande na Paraíba e de acordo com socorristas ambas passam bem.


Repórter Cidades / Plantão PolicialJerry MesquitaWhatsapp
Candidato a deputado estadual morre em acidente no oeste da Bahia (Foto: Sigi Vilares/Blog do Sigi Vilares)
Um vereador da cidade de Luís Eduardo Magalhães que é candidato a deputado estadual na Bahia morreu em um acidente que envolveu três veículos na manhã desta quinta-feira (25), na BR-349, região oeste. Ondumar Marabá (PSC) e mais quatro pessoas morreram na hora, segundo a Polícia Militar. A ocorrência foi registrada por volta das 7h, na pista com sentido à cidade de Correntina.

A assessoria de Luís Eduardo Magalhães aponta que o vereador Ondumar viajava em um veículo acompanhado da mulher e de um pastor da Igreja Universal do Reino de Deus Sobradinho, que morreram no acidente.

Segundo informações preliminares da Polícia Militar de Correntina, o acidente envolveu uma caminhonete e uma kombi em colisão frontal. A PM informou que ao menos duas pessoas ficaram feridas e equipes do Samu foram deslocadas. As causas serão investigadas. A BR-349 faz divisa com o estado de Goiás.

De acordo com a prefeitura, Ondumar e Miriam, sua esposa, era comerciante, pai de três filhos e avô de dois netos, que são recém-nascidos. Ele foi eleito vereador em 2008 e, por dois anos, líder do governo da Câmara. O pastor é de Marabá, no Pará, era casado e pai de dois filhos. Ele morava na cidade baiana há sete anos. O presidente do PSC, Eliel Santana, viajou para a cidade para acompanhar a situação.

Fonte: G1 BA
A febre hemorrágica ebola já deixou 2.917 mortos na África Ocidental, em 6.263 casos, segundo o último balanço da Organização Mundial da Saúde (OMS), divulgado nesta quinta-feira (25). Os dados referem-se a domingo (21).
Os três países mais afetados pela epidemia – a mais grave desde que o vírus foi identificado, em 1976, e que ressurgiu no final de dezembro do ano passado – são a Libéria, a Guiné-Conacri eSerra Leoa. Uma outra epidemia de ebola, distinta da que atinge a África Ocidental, já matou 41 pessoas em 68 casos no Noroeste da República Democrática do Congo, desde que apareceu em 11 de agosto e até 18 de setembro, segundo dados divulgados nesta quinta-feira pela OMS. De acordo com a agência das Nações Unidas, só é possível dizer que não há mais transmissão do vírus em um país “42 dias após o último caso registrado”. A infecção ocorre por contato direto com fluidos corporais, sangue, ou secreções. O período de incubação dura de dois a 21 dias. Nesta fase, a doença não é contagiosa. Apenas a partir do momento em que os sintomas se manifestam é que pode ser transmitida. A doença atinge uma taxa de mortalidade de cerca de 70%, segundo estudo divulgado pela OMS.

Texto: Diário do Nordeste/Fotos Google
Um acidente envolvendo duas motos aconteceu no inicio da tarde desta quinta- feira (25), as motos se chocaram na saída da cidade, próximo a curva perto da quadra de esportes, sentido Sertanêa-PE. 
Os dois motociclistas vinham sentido contrário e se chocaram e tiveram vários ferimentos,eles foram socorridos pela Unidade do SAMU, em seguida foram encaminhados para o Hospital Regional local. 
Segundo informações uma das motos (HONDA 150) era conduzida por um Jovem da cidade conhecido por Tales, a segunda moto por um Sr,conhecido por João Kleber. Os mesmos estão sendo transferidos para a cidade de Campina Grande.




 
COM PIPOCO
VOCÊ ESTÁ CONVIDADO(A) PARA  CURTIR O MELHOR DA MPB E DO POP ROCK COM O CANTOR E COMPOSITOR VAVA DIAS. 


CASO CLEYTON: Assassino será julgado e defesa diz que ele ‘matou por amor’
EXCLUSIVO – Cleyton Eliel Braz Feitosa, assassino confesso da ex-companheira Vilma Soares dos Santos, conhecida como ‘Vilma de Zé Biroba’, de 31 anos, vai à júri popular na manhã desta quinta-feira (25), na Comarca da cidade de Prata. Ele matou a vítima com 5 tiros após persegui-la na zona rural de Monteiro no último dia 11 de dezembro de 2012. Após o crime ele ficou foragido alguns meses, mas acabou sendo capturado e confessando o crime. A vítima tinha um filho de dois anos com o assassino.
A defesa do acusado será feita pelo advogado Inácio Maracajá, que irá seguir uma linha diferenciada, tentando provar que ‘amor mata’. A informação foi confirmada pelo próprio advogado em contado com o Cariri Ligado na manhã desta quarta-feira (24). O júri deverá ter um grande reforço policial devido à revolta que a população ficou com o assassino diante do bárbaro crime.
Já a delegada Vanderléia Gadi, que comandou as investigações do caso, revelou que espera que a justiça seja feita e que Cleyton Eliel seja condenado pelo bárbaro crime que cometeu. Segundo ela, este foi o crime mais chocante no qual já trabalhou. “Como profissional e mãe, foi o crime mais chocante no qual já trabalhei, pois além de tudo ainda ficou uma criança sem mãe”, disse a delegada.
O advogado Inácio Maracajá revelou com exclusividade ao CL que após conseguir provar que o réu confesso matou por amor, certamente sua pena será reduzida pelo júri. “Apesar de muita gente dizer que amor não mata, vou mostrar que no caso de Cleyton aconteceu exatamente o contrário”, comentou o advogado.
Relembre o caso
Segundo informações da Polícia, Vilma teria se dirigido na manhã do crime à 5ª Superintendência Regional da Polícia Civil, em Monteiro, buscando informações a cerca de um processo baseado na Lei Maria da Penha, já instaurado contra Cleiton no ano de 2011, e chegou a comentar na Delegacia que iria no Fórum da cidade para dar entrada numa ação de pensão alimentícia, já que tinha um filho de 2 anos com o acusado e ele nunca havia prestado assistência.
Populares do Sítio Santa Catarina, localizado na zona rural de Monteiro, afirmaram que Cleiton passou parte da manhã num bar da localidade e tomou apenas uma cerveja, como se estivesse apenas passando o tempo, quando Vilma passou de moto, vindo de Monteiro, em direção ao sítio de seu pai.
Minutos depois, ela passou na garupa de uma moto com uma amiga e uma criança pequena entre as duas, que iam em direção a um galpão da comunidade no Sítio da Matarina, onde funciona uma escola profissionalizante de corte e costura para as mulheres da comunidade.
Foi quando Cleiton a seguiu num corsa sedam prata, de placas não identificadas e obrigou a jovem que conduzia a moto a parar e correr com a criança, “se não quisesse morrer também” e desferiu 5 disparos de arma de fogo contra a vítima e fugiu em direção à BR 412. O SAMU chegou a ser acionado até o local, mas constatou que a vítima já estava em óbito.
CASO CLEYTON: Assassino será julgado e defesa diz que ele ‘matou por amor’CASO CLEYTON: Assassino será julgado e defesa diz que ele ‘matou por amor’
com Cariri Ligado
Chinês se recupera após ter crânio reconstruído com ajuda de impressora 3D. (Foto: China Daily/Reuters)
O chinês identificado apenas pelo sobrenome Hu, de 46 anos, se recupera bem da cirurgia em que teve o crânio reconstruído com a ajuda de uma impressora 3D.

Hu, que ficou ferido depois que caiu do terceiro andar de um prédio, passou pela cirurgia em um hospital de Xi´an, na província de Shaanxi, na China.

O hospital usou uma tela de titânio criada com uma impressora 3D para ajudar na reconstrução da cabeça do paciente e dar uma aparência normal ao homem.

No acidente, Hu perdeu parte de seu crânio e ficou com a cabeça desfigurada.
Homem ficou ferido depois que ele caiu do terceiro andar de um prédio. (Foto: China Daily/Reuters)

Fonte: G1

Você talvez não seja familiar com o sobrenome Buyukkokten, mas o primeiro nome certamente é conhecido: Orkut. Em 2004, ele cedeu seu nome a uma rede social que acabou se tornando a favorita dos brasileiros por muito tempo, mas depois sumiu do mapa. Recluso, nunca foi de falar sobre seus projetos, mas ele já está em uma nova empreitada: a rede social Hello.

Em 2014, dez anos depois de criar a rede social homônima, Orkut fundou e se tornou CEO da Hello Network Inc., uma startup que tem como objetivo desenvolver uma nova página de relacionamentos que ainda não foi lançada oficialmente. Portanto, ainda não se sabe exatamente qual será o seu foco.
A página oficial da empresa descreve a futura rede social como “uma comunidade única de usuários que celebram a amizade, imaginação, expressão e engajamento autêntico em um ambiente seguro”, o que não quer dizer muita coisa. 

A página também fala em encorajar os usuários a “se engajar em exploração social direcionada e compartilhamento de conteúdo com conexões fascinantes que se relacionam com partes diversas de sua personalidade”, o que também não diz muito.
De qualquer forma, ainda é uma startup dando seus primeiros passos. Ela foi fundada em março de 2014, de acordo com o perfil no LinkedIn de Orkut Buyukkokten, mesma época em que ele saiu do Google.
Ainda não se sabe se há investimento por trás da Hello, mas sabe-se que a conexão com o Google pode ter sido predominante para, pelo menos, conseguir o domínio Hello.com. O ex-empregador de Orkut tinha o controle do domínio usado para um serviço de compartilhamento de fotos desativado em 2008. Contudo, a empresa manteve a posse até o início do ano, quando ela foi transferida para John Murphy, outro cofundador da Hello Network, que ocupa o cargo de diretor de tecnologia.

Murphy, inclusive, é um ex-colega de Orkut no Google, tendo passado mais de uma década como engenheiro de software e gerente na empresa de buscas. Outro dos funcionários, Benjamin Douglass, também trabalhou no Google por muitos anos.

A empresa está funcionando na cidade de Palo Alto, no Vale do Silício, na Califórnia. A cidade já abrigou empresas do calibre de Google e Facebook agora recebe o novo projeto de Orkut Buyukkokten. Não se sabe até onde a rede social Hello pode chegar, mas ela está contratando.
 Se você tiver interesse na área, disponibilidade para trabalhar nos EUA e tiver um nível fluente de inglês, vale a pena dar uma olhada neste link para ter a chance de trabalhar sob o comando de Orkut, criador do Orkut.

OLHAR DIGITAL
O município de Sumé estará realizando no próximo dia 12 de outubro, mais um grandioso evento na área do turismo de evento cultural, musical e artístico. Será o II Sumé Fest Bandas - Encontro de Bandas Fanfarras e Marciais. Este ano o evento conta mais uma vez com apoio da Prefeitura Municipal de Sumé por meio do Prefeito Dr. Neto Duarte e do Vice Prefeito Éden Duarte, além da Secretaria Municipal de Cultura na pessoa de Juliana Lima. 

Para o evento acontecer, a Secretaria Municipal de Cultura realizou uma parceria que vem dando resultado positivo com a Fanfarra da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Professor José Gonçalves de Queiroz.  A novidade para o evento foi à ampliação do número de bandas que participarão. No total serão 15 Corporações Musicais da região do cariri paraibano bem como de outras regiões e de outros Estados, que farão um dos mais belos intercâmbios culturais neste seguimento. 

A expectativa é que só entre as Corporações Musicais, o público presente no evento será de aproximadamente Mil pessoas. O evento terá início às 08h00min na Praça José Américo de Almeida, e promete animar o dia das crianças sob as bênçãos de Nossa Senhora Aparecida, já que nesta data se comemora tais manifestações.

com Wanderley Paulo 
(Coordenador da Fanfarra Prof.: José Gonçalves de Queiroz)

AUTO ESCOLA CARIRI

AUTO ESCOLA CARIRI

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *